Notícias

< Volta para Notícias

Amazon testa pagamentos com reconhecimento de mãos

05 de Setembro de 2019 - Geral

É possível que, em breve, pessoas consigam pagar a conta de um supermercado sem cartão ou dinheiro, usando apenas as mãos. De acordo com o jornal New York Post, a Amazon está testando um sistema chamado de Orville que escaneia a mão do cliente na hora do pagamento – a ideia é que o recurso seja usado na rede de supermercados Whole Foods.

A reportagem afirma que a empresa está usando a ferramenta em seus escritórios, para os funcionários testarem a compra automática em máquinas que vendem salgadinhos e refrigerantes. É esperado que a tecnologia comece a ser lançada na rede Whole Foods em 2020 nos Estados Unidos.

Segundo o jornal, o sistema identifica a mão do cliente sem que ele precise tocar em aparelhos: o computador é capaz de reconhecer o tamanho e a forma da mão do cliente. Feito o reconhecimento, o valor da compra é descontado do cartão de crédito do usuário. O cliente não precisa estar com seu smartphone no momento da compra.

A Amazon já tem uma loja futurista, a Amazon Go, que não usa caixas ou atendentes: os usuários escaneiam mercadorias com o celular e pagam a conta por meio de um aplicativo.

A tecnologia levanta preocupações com privacidade. A pesquisadora de ética e tecnologia Stephanie Hare, disse ao New York Post que provavelmente a Amazon decidiu optar por reconhecimento de mãos e não de rostos para o recurso ser menos invasivo. Entretanto, se a ferramenta for de fato lançada, a proteção de dados continuará sendo uma questão, uma vez que os usuários vão entregar informações sensíveis a uma empresa.

Fonte: Estadão/UGT


< Volta para Notícias

Notícias Relacionadas

  • 11/02/2020

    Caixa inicia na quinta pagamento do PIS para nascidos em março e abril

    Saiba mais
  • 11/02/2020

    Publicada portaria que reajusta em 4,48% benefícios do INSS

    Saiba mais
  • 04/02/2020

    TSE aprova projetos de novas urnas, mas concorrentes recorrem

    Saiba mais
  • 29/01/2020

    PEC que altera regras de aposentadoria dos servidores públicos do RS é aprovada

    Saiba mais
  • 22/01/2020

    Apenas 19% das empresas combatem a violência contra a mulher no Brasil

    Saiba mais
  • 16/01/2020

    Trabalho traz mais satisfação que as conquistas pessoais

    Saiba mais