Notícias

< Volta para Notícias

Conta de luz de janeiro terá bandeira verde e será sem cobrança extra

02 de Janeiro de 2018 - Economia

 

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou nesta sexta-feira que a bandeira tarifária das contas de luz em janeiro será a verde, quando não há cobrança de taxa extra. Em outubro e novembro, em razão dos baixos níveis dos reservatórios das hidrelétricas e da escassez de chuvas, a bandeira tarifária adotada pela Aneel foi a vermelha patamar 2, a mais cara do sistema, com cobrança adicional de R$ 5 para cada 100 kWh (quilowatts-hora) consumidos.

Em dezembro, a agência reguladora baixou a bandeira vermelha para o patamar 1, quando são cobrados R$ 3 a cada 100 kWh. A taxa extra se deve ao acionamento das usinas térmicas, que tem um custo maior para a produção de energia. No início de dezembro, a Aneel já havia sinalizado a possibilidade de cobrança da tarifa amarela em janeiro, quando o valor extra é de R$ 1 a cada 100 kWh. No entanto, segundo a agência, com a chegada do período de chuvas, houve um acréscimo no nível dos reservatórios, diminuindo a necessidade de acionamento das térmicas e possibilitando a adoção da bandeira verde.

"O acionamento dessa cor indica condições favoráveis de geração hidrelétrica no Sistema Interligado Nacional. Mesmo com a bandeira verde é importante manter as ações relacionadas ao uso consciente e combate ao desperdício de energia elétrica", destacou a Annel em nota.

Fonte: Correio do Povo


< Volta para Notícias

Notícias Relacionadas

  • 16/04/2018

    Prazo para saque do abono salarial ano-base 2016 termina em 29 de junho

    Saiba mais
  • 12/04/2018

    10% da população concentrava 43,3% da renda do país em 2017, diz IBGE

    Saiba mais
  • 05/04/2018

    Um terço dos desempregados sobrevive com bicos e trabalhos temporários

    Saiba mais
  • 05/04/2018

    Cesta básica de Porto Alegre custa quase metade do salário mínimo

    Saiba mais
  • 02/04/2018

     Mais de 7 milhões de pessoas fizeram declaração do IR no primeiro mês de entrega

    Saiba mais
  • 29/03/2018

    Assembleia Legislativa do RS aprova por unanimidade reajuste de 1,81% no mínimo regional

    Saiba mais